Confirmada

  • Formação em Liberação Miofacial Instrumental Seguindo Trilhos Anatómicos.

    ed. Lisboa — 2020

  • 20 horas-aula

    Lisboa
    22
    e
    23
    Fev
    2020

    Enquadramento

    - Esta formação propõe uma abordagem ampla, centrada na funcionalidade e sua recuperação. Neste aspecto, é indiferente a área de atuação do profissional, mas o ser humano com uma disfunção é A PRINCIPAL INSPIRAÇÃO.
    - Para tanto, os criadores desta formação desenvolveram um instrumento de alumínio com características anatômicas, ergonómicas e funcionais para maior eficiência, com segurança extrema.
    - Esta abordagem global, seguindo os trilhos anatómicos, proporciona um ganho rápido, efetivo e consistente. Para além disso, o instrumento será parte da formação e será entregue ao profissional para sua atuação imediata.
    - A metodologia utilizada permitirá uma avaliação postural com foco funcional, intervenção terapêutica optimizada e a indicação de exercícios domiciliares específicos para o ganho funcional relacionado ao(s) trilho(s) anatómico(s) comprometido(s). Todos os trilhos anatómicos serão discutidos em casos clínicos.

    Objectivos Gerais

    - Abordar o conceito estabelecido científica e morfologicamente dos trilhos anatômicos, suas implicações nas avaliações e intervenções clínicas PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE.
    - Apresentar, iniciar e treinar a prática de liberação miofascial segundo os trilhos anatômicos, utilizando o instrumento de liberação miofascial desenvolvido pelos criadores desta formação.
    - Discutir casos clínicos e realizar o planeamento da avaliação e tratamento da fáscia, segundo os trilhos anatômicos, utilizando o instrumento exclusivo e ventosas.

    Destinatários

    Terapeutas da Fala e alunos do último ano da
    licenciatura em Terapia da Fala.

    Duração

    7 meses

    Outras informações

    1. O Instituto epap se reserva o direito de não oferecer a Formação Profissional de Especialização se não for preenchido o número mínimo de vagas.

    Certificação

    Formação Profissional de Especialização certificada pela DGERT - Direcção-geral do Emprego e das Relações do Trabalho através da plataforma SIGO

    Número Clausus

    Mínimo . 15 - Máximo . 25

    Prazos de inscrição

    até dia 15 de fevereiro de 2020

    Horário e Local

    20 horas teórico-práticas

    Distribuição da carga horária:

    2 horas a serem cumpridas em atividades pedagógicas em Plataforma Moodle do Instituto E.PAP. 18 horas presenciais de contacto com o(s) formador(es),nas instalações do Instituto E.PAP

    Horário

    Sábado: 10h às 13h e das 14h.30 às 20h.30
    Domingo: 09h às 13h e das 14h às 19h

    Local

    VIP Executive Zurique Hotel
    R. Ivone Silva 18,
    1050-124 Lisboa

    Investimento

    - Valor total da Formação de 180€ (Cento e oitenta euros)
    * Inscrição valor: 30€ (trinta euros) - Deverá ser efectuado após a inscrição
    +* 2 prestações cada 75€ (setenta e cinco euros)

    * INVESTIMENTO DO KIT OBRIGATÓRIO PARA A PRÁTICA DA FORMAÇÃO:

    - O Kit: Instrumento de alumínio, ventosa de silicone, uma embalagem de 80ml de creme memomassagem Gold e um  Memo Freeze.
    - O Valor do Kit é de 100€, Este valor será pago no inicio da formação.

    *Videos da pratica Clinica durante a Formação, serão disponibilizados posteriormente, por tempo determinado, para sua visualização.   Será também facultado um gente deslizante durante o período de formação para a pratica clínica .

    *Valor de inscrição é somente reembolsável no caso de não existir número mínimo de alunos.

    Parceiro

    Junta de Freguesia de Brufe.

    Coordenação

    voltar ao menu

    Adriano Rockland

    Diretor Instituto EPAP

    . Graduação Plena em Fonoaudiologia pela Universidade Católica de Pernambuco (Reconhecimento de Grau Académico de Licenciatura pela Universidade do Algarve-Portugal).

    . Especialista em Geriatria e Gerontologia pela Universidade de Aveiro. Pós-graduado em Gerontologia pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente é Diretor do Instituto E.PAP - Ensino Profissional, Avançado e Pós-graduado, Coordenador da Pós-graduação em Intervenção Terapêutica Motora Oral e Facial e da Pós-graduação em Intervenção Terapêutica nas Disfagias Orofaríngeas da Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa/Instituto E.PAP.

    . Co-coordenador (coordenador de área de especialidade) do Mestrado em Terapia da Fala: Motricidade Orofacial e Deglutição da Escola Superior de Saúde do Alcoitão da Santa Casa da Misericórdia. Co-coordenador do Máster em Motricidade Orofacial, programa de curso da FUB Fundació Universitària del Bages e Instituto EPAP – Acreditação por UVic - Universitat de la Catalunya Central (España).

    . Professor do Master em Motricidade Orofacial da Unversidad Complutense de Madrid.

    . Áreas de interesse principais: Avaliação Funcional da Deglutição por Radiodiagnóstico (Videofluoroscopia da Deglutição).

    . Avaliação Termográfica e Laserterapia. Reabilitação das Disfunções Temporomandibulares. Design Pedagógico de Cursos para o Ensino Superior.

    . Membro da ALTEC - Associação de Laserterapia e Tecnologias Afins de Portugal.

    Formadores

    voltar ao menu

    Alexandre Cavallieri Gomes

    CV

    Sócio Fundador e Especialista em Fisioterapia Esportiva pela SONAFE Brasil;

    Graduado e Mestre em Fisioterapia pela UFSCar;

    Docente em cursos e pós-graduações no instituto EPAP Portugal e Espanha;

    Docente na Escola Superior de Saúde de Santa Maria – Porto –Portugal;

    Docente em cursos e pós-graduações na Bwizer/Piaget – Portugal;

    Responsável pelo programa de nivelamento profissional para os Jogos Rio16 na área de recursos físicos.

    João Sousa

    CV

    Orientador de estágios em Fisioterapia.

    Gestor operacional/ assistente de formações de Fisioterapia;

    Fisioterapeuta clínico em dor crônica, fisioterapia desportiva e traumato-ortopedia.

    Conteúdos Programáticos

    voltar ao menu

    TM1
    Fáscia

    . Estrutura e funções da fáscia;
    . Implicações para o movimento fisiológico e
    patológico;
    . Avaliação das aderências miofasciais;
    . Maneiras de realizar liberação miofascial.

    TM2
    Trilhos anatômicos:

    . As estruturas envolvidas em cada trilho;
    . Alterações posturais para as disfunções
    miofasciais de cada trilho;
    . Avaliação e tratamento das disfunções
    miofasciais com instrumento e com exercícios
    terapêuticos;

    TM3

    Liberação miofascial seguindo os trilhos anatômicos;

    . Uso do instrumento EXCLUSIVO e ventosas para liberação superficial, seguindo os trilhos anatómicos para ganhos funcionais reais;
    . Uso do instrumento para liberação miofascial profunda nos trilhos anatômicos para ganhos funcionais reais.

    MD12 . Avaliação da Deglutição no doente com Ventilação Mecânica;

    MD13 . Manipulação de vias alternativas de alimentação e úlceras de pressão + Técnicas de aspiração;

    MD14 . Primeiros Socorros aplicados ao doente com disfagia;

    TM4

    Implicações clínicas para as funções:

    *A lógica dos trilhos anatómicos demonstra não ser possível fragmentar a avaliação e o tratamento das disfunções encontradas em uma ou mais vias. O fracasso é certo se o profissional da saúde realizar tratamentos segmentados e fragmentados. .Utilizando a lógica global, que é a lógica biomecânica, funcional e fisiológica do movimento e postura humana, abordaremos nesta formação os impactos clínicos de cada trilho anatómico nas seguintes disfunções clínicas, entre outras.
      • • Da cabeça e pescoço (incluindo deglutição, mastigação, DTM e alterações posturais, entre outras);
      • • Dos membros superiores e cintura escapular (incluindo pós-operatórios, alterações crónicas neurológicas e não-neurológicas, disfunções de postura que afetam deglutição, mastigação, postura cervical, alterações em atletas de alto rendimento ou praticantes, entre outros).
      • • Dos membros inferiores (incluindo pós-operatórios, alterações crónicas neurológicas e não-neurológicas, disfunções de postura que afetam deglutição, mastigação, postura cervical, alterações em atletas de alto rendimento ou praticantes, entre outros)