Confirmada

Formação em
Recusa e Seletividade Alimentar Infantil:
A Abordagem do
Terapeuta da Fala
1º edição 2021

PLATAFORMA ZOOM
20 horas-aula

Plataforma ZOOM
20-21-27 e 28
FEVEREIRO
2021

Enquadramento

- De entre as preocupações que os pais manifestam em relação ao desenvolvimento das crianças, a alimentação assume um papel preponderante.
Uma dificuldade mais intensa ou prolongada poderá representar uma potencial ameaça ao crescimento e desenvolvimento da criança e comprometer a sua relação com os cuidadores.
- Essas dificuldades que poderão surgir muito precocemente na hora da amamentação, na introdução dos pastosos e/ou dos sólidos carece de uma avaliação e compreensão da multiplicidade fatores envolvidos.
A evidência científica demonstra claramente a necessidade de uma abordagem multidisciplinar com um foco muito para além da boca e do estômago nos casos de aversão e seletividade.
Como peça fundamental nessa abordagem, o Terapeuta da Fala necessita de adquirir conhecimentos específicos e aprofundados para avaliar, diagnosticar e intervir no bebé e na criança com recusa e seletividade alimentar.

Objectivos Gerais

- Adquirir conhecimentos teórico-práticos relativos à atuação do Terapeuta da Fala na aversão e seletividade alimentares no bebé e na criança.

Objectivos Específicos

- Relacionar o desenvolvimento motor global com o desenvolvimento do sistema sensório motor oral e alimentação infantil;
- Identificar e compreender a interação dos factores envolvidos no comportamento alimentar da criança;
- Dominar diferentes propostas para a classificação das dificuldades alimentares pediátricas;
- Adquirir conhecimentos para prevenir a ocorrências de dificuldades nas etapas de transição alimentar;
- Conhecer e aplicar instrumentos de anamnese e avaliação para crianças com dificuldades alimentares;
- Realizar um diagnóstico diferencial das dificuldades alimentares pediátricas permitindo dar uma resposta diferenciada e adequada;
- Conhecer diferentes abordagens e programas específicos para esta população;
- Definir um plano de intervenção com materiais, atividades e estratégias em parceria com os diferentes elementos da equipa, visando a aquisição das competências sensório motoras orais, o conforto, a segurança e a confiança para a criança expandir o seu repertório alimentar, de forma equilibrada;
- Reconhecer e compreender as possibilidades e limites da intervenção dos vários elementos da equipa;
- Analisar e discutir os casos clínicos apresentados pela formadora e pelos formantes, respeitando os desafios e as especificidades das situações.

Informações
Importantes para a
Certificação da Formação

Assiduidade na formação:
Sendo uma formação certificada pela Plataforma SIGO da Direcção Geral das Relações do Trabalho (DGERT), se faz necessário um controlo rigoroso da presença dos formandos. Desta forma, fica obrigado o formando a assinar a presença em cada dia da formação na Plataforma Moodle do Instituto EPAP na página do curso. Em cada dia do encontro pela Plataforma ZOOM do Instituto EPAP, o aluno deverá ir a página do moodle assinalar a sua assiduidade durante o dia da formação.
Observação: a não assinatura da assiduidade no dia ou dias da formação, implica falta durante o curso, o que impossibilita a emissão do certificado formativo pela Plataforma SIGO. Alertamos que é de inteira responsabilidade do formando cumprir com todas as exigências legais para a correcta conclusão da formação e emissão do certificado.

Contrato da formação:
O formando fica obrigado a fazer o download do contrato e depois submeter na pasta de upload. Este documento tem que ser preenchido no PDF on-line disponibilizado na Plataforma Moodle do Instituto EPAP que estará na página da formação. Deverá ainda ser impresso, rubricado as primeiras folhas e assinada a última. Após seguir estes passos, deverá submeter na pasta para o efeito.

Apresentação da Formação:
No dia destinado ao encontro formativo, será apresentada a Plataforma Moodle e a página do curso, como também a(o) formadora(o). Reforçando desta forma a necessidade de serem cumpridos todos os passos para a correcta conclusão da formação.

Metodología

- Explicação teórica, recorrendo aos métodos expositivo, demonstrativo e interrogativo, bem como ao método activo na componente prática.
- Discussão de casos clínicos.

Destinatários

Terapeutas da Fala e alunos finalistas do curso de Terapia da Fala.

Número Clausus

Mínimo . 15 - Máximo . 20

Prazos de inscrição

até dia 13 de setembro de 2020

Investimento

valor total de 140 € (cento e quarenta euros)
Inscrição: 40,00 € (quarenta euros),
+ 1 parcela de 100,00 € (cem euros)

* O valor da inscrição deverá ser efectuado após a sua inscrição e enviar o comprovativo juntamente com os documentos solicitados, para assim validar a sua inscrição
**Valor de inscrição é somente reembolsável no caso de não existir número mínimo de alunos.

Horário e Local

Sábados das 17h00 às 22h00
Domingos das 09h00 às 14h00

Local

Instituto E.pap - Ensino a Distância

Duração

10 meses

Processo de Avaliação da Formação

Avaliação de diagnóstico da formação:
Os formandos serão avaliados através de teste escrito, com perguntas para escolha se (V) Verdadeira ou (F) Falsa. O teste será disponibilizado na Plataforma Moodle do Instituto EPAP, na página do curso, onde os alunos terão acesso com o seu login e password (que será criado para o efeito). O teste de diagnóstico estará disponível no dia 06 de Março de 2021 das 00h01min às 23h59min do mesmo dia. Após a abertura do teste pelo formando, terá 60 minutos para responder as 50 perguntas que fazem parte do teste (todas as perguntas aparecem de forma baralhada, sendo o aparecimento do teste sempre diferente em termos de ordem entre os formandos).

*A avaliação de diagnóstico formativo é expressa através de uma classificação na escala numérica de 0 a 20 valores, considerando-se aprovação a obtenção de um mínimo de l0 valores, bem como no seu equivalente na escala europeia de classificação
.

Certificação

Formação Profissional de Especialização certificada pela DGERT - Direcção-geral do Emprego e das Relações do Trabalho através da plataforma SIGO

Outras informações

1. O Instituto epap se reserva o direito de não oferecer a Formação Profissional de Especialização se não for preenchido o número mínimo de vagas.

Formadora

voltar ao menu

Formadores

voltar ao menu

Conteúdos Programáticos

voltar ao menu

Dias - 20 e 21

Princípios Anatómicos e Fisiológicos do Sistema Estomatognático, Cardíaco e Respiratório

. Desenvolvimento motor global, Desenvolvimento sensório-motor oral e alimentação;
Abordagens na alimentação complementar e contributo para a intervenção do TF nas dificuldades alimentares
;

. Mitos e crenças relativas à
alimentação infantil;
Fatores que influenciam o comportamento alimentar
;

. Fatores que influenciam o comportamento alimentar:
- saúde - competências sensório oromotoras;
- processamento sensorial - funções executivas;
- emoções (sistema límbico) - estilos parentais e dinâmicas alimentares;
- settings de refeição - motivação;
- nutrição - propriedades sensoriais dos alimentos;
- aspetos linguísticos e sociais
;

. Seletividade vs Dificuldade alimentares;
O impacto das dificuldades alimentares na vida do bebé/criança e da família;
Prevenção das dificuldades alimentares nas etapas da diversificação alimentar;
Análise e discussão de casos clínicos
.

Dias - 28 e 29

. Dificuldades alimentares pediátricas:
- classificação;
- prevalência;
- anamnese;
- avaliação;
- diagnóstico
.

. Abordagens e programas de intervenção específicos para esta população;
Atividades, técnicas, materiais e estratégias na população pediátrica com dificuldades alimentares, nomeadamente, crianças com vias alternativas de alimentação e PEA.
Trabalho em equipa.
Análise e discussão de casos clínicos
.