Pós-graduação em Motricidade Orofacial

Ed. Lisboa . 2016

entrar

15
outubro
2016



[supsystic-social-sharing id='2']

Enquadramento

O curso de Pós-graduação tem como objetivo principal, permitir aos terapeutas da fala que atuam ou desejam atuar com Motricidade Orofacial, um curso com abordagem teórico-prática procurando aprofundar os seus conhecimentos na área de motricidade orofacial, especialmente no que diz respeito à avaliação funcional e intervenção terapêutica nas diferentes áreas de atuação em conjunto com diferentes especialidades.

Objetivos

Os alunos deverão adquirir competências comunicativas, comportamentais, cognitivas, técnicas e de desenvolvimento pessoal na área da avaliação e intervenção em pessoas com alterações miofuncionais orofaciais.

Horário pós-laboral

Sábados . 15h às 21h
Domingos . 9h às 14h
O horário de aplicação de exames de avaliação é das 14h às 15h

Destinatários

Terapeutas da Fala

Número Clausus

Mínimo . 15 - Máximo . 25

Prazo de inscrição

Até dia 25 de abril de 2016

Outras informações

1. O Instituto epap se reserva o direito de não oferecer a pós-graduação se não for preenchido o número mínimo de vagas. Pós-graduação certificada pela plataforma SIGO, DGERT - Direcção-geral do Emprego e das Relações do Trabalho

2. Existe o direito à devolução do investimento na sua totalidade somente se o Instituto epap tenha sido informado da intenção de desistência duas semanas antes do início da formação, ou, a qualquer momento, mediante comprovação, por falecimento do cônjuge, parente ou afins, ou que por doença estejam impedidos de frequentar a formação.

Corpo docente

voltar ao menu

Prof.ª Ana Paris Leal
Prof. Adriano Rockland
Prof.ª Cátia Costa
Prof.ª Marta Silva
Prof.ª Fátima Maia
Prof.ª Marcela Wanderley
Prof.ª Sandra Martins
Prof.ª Sónia Simões
Prof.ª Susana Araújo
Prof.ª Susana Lamas
Prof.ª Tânia Dias

Conteúdos Programáticos

voltar ao menu

UC1

Princípios Anatomofisiológicos
do Sistema Estomatognático

MD1 . Fisiopatologia do Sistema Estomatognático;

MD2 . Morfofisiologia dos Órgãos da Fala;

MD3 . Estimulação Sensório Motora Oral e Facial Aplicada à Terapia da Fala.

MD4 . Exercícios e Técnicas Terapêuticas em Motricidade Orofacial;

UC2

Terapia da Fala em Motricidade com Intervenção em Casos Neurológicos

MD5 . Bases Neurológicas aplicadas à Terapia da Fala;

MD6 . Atuação da Terapia da Fala nos distúrbios neurológicos;

MD7 . Atuação da Terapia da Fala na Paralisia Cerebral I;

MD8 . Atuação da Terapia da Fala na Paralisia Cerebral II.

UC3

Temas Aprofundados em Terapia da Fala

MD9 . Aplicação de Bandas Neuromusculares em Terapia da Fala;

MD10 . Intervenção terapêutica na Estética Facial;

MD11 . Aplicação da Electroestimulação em Terapia da Fala;

MD12 . Intervenção terapêutica nas Disfunções Temporomandibulares.

UC4

Intervenção da Motricidade Oral e Facial na Medicina Dentária e Otorrinolaringologia

MD13 . Atuação terapêutica com portadores de fendas lábiopalatinas;

MD14 . Atuação terapêutica relacionada com a Ortodontia;

MD15 . Atuação terapêutica nos distúrbios da respiração;

MD16 . Atuação terapêutica com Frénulo da Língua.


Testemunhos

voltar ao menu

caret-down caret-up caret-left caret-right
Assunção Matos Terapeuta da Fala

Formação de grande qualidade, com enorme interesse teórico-prático para profissionais que gostam de intervir com base na evidência cientifica atualmente existente.

Luísa Burmester Terapeuta da Fala

Estou a frequentar uma pós-graduação do Instituto EPAP e estou simplesmente a adorar. Para além do profissionalismo dos docentes, sinto que são meus amigos e fazem-me sentir em casa. Adoro. Estou a aprender imenso! Recomendo vivamente.

Diana Costa Terapeuta da Fala

Frequentei uma pós graduação do Instituto epap e não posso deixar de salientar o poder incisivo dos conteúdos dados, o valor das ferramentas teóricas e práticas assim como o compromisso e acessibilidade dos melhores especialistas, que me proporcionaram, o aperfeiçoamento da minha intervenção terapêutica, e estiveram, sem duvida, na origem de novas e mais desafiantes, oportunidades de trabalho.